Por Lindsay Holmes ()
n-ANXIETY-large570
Imagine sentir-se tão pouco à vontade em certas situações que você não consegue respirar nem processar o que está acontecendo à sua volta. Bem-vindo à vida de quem sofre de ansiedade social.

Para quem não sabe do que se trata, a ansiedade social costuma ser classificada como um desconforto intenso em interações sociais, por medo de ser julgado pelos outros. Mas os 15 milhões de americanos e americanas que sofrem desse transtorno sabem muito bem que o problema vai muito além de se sentir sem graça diante dos outros.

Pedimos que os participantes das nossas comunidades do Facebook nos contassem o que mais lhes irrita na ansiedade social.
Veja abaixo algumas das coisas que eles querem que você saiba sobre o problema.

1. A ansiedade social não é questão de escolha.
“Queria que as pessoas soubessem o quanto eu gostaria de ser como todo mundo e como é difícil ser afetado por algo que me põe de joelhos todos os dias.” — Kaitlyn Michaud, via Facebook

2. Elas sabem que amigos e familiares têm dificuldade para entender.
“Sabemos que é irracional. Mas é assim mesmo. Temos nossas necessidades.” – Elise Dickey, via Facebook

3. Elas não conseguem simplesmente parar de sentir ansiedade.
“O pior é ouvir: ‘Deixa isso pra lá’. Você não diria uma coisa dessas para quem está gripado.” – Jackie Alvarez, via Facebook

4. Um pouco de compaixão ajuda muito.
“Queria que as pessoas entendessem como é debilitante. Queria que as pessoas mais próximas lessem os links e informações que passamos, para entender melhor o que acontece no nosso cérebro. Entender que preferimos mandar uma mensagem de texto a falar pelo telefone. Entender que não nos recusamos de propósito a fazer o que é ‘mais fácil’.” – Stacey Edder, via Facebook

5. Não existe “cura” rápida.
“[A ansiedade social] me faz me sentir ‘empacada’. Estou tentando superá-la há anos. Posso ser inteligente e parecer confiante, mas por dentro estou tremendo.” – Gina Carpenter, via Facebook

6. É imprevisível.
“Gostaria que as pessoas entendessem que a ansiedade social vem e vai… e às vezes aparece do nada. Só porque às vezes somos as pessoas mais animadas da festa não significa que não vamos sofrer de ansiedade social regularmente.” – Desiree Herron Perry, via Facebook

7. Ansiedade social NÃO é a mesma coisa que timidez.
“Não é uma timidez que desaparece temporariamente. É uma doença que te impede de ter uma conversa ‘simples e normal’.” – Geleen Marie Friemel, via Facebook

8. Não é uma coisa que “está só na cabeça”.
“A ansiedade vem do cérebro, que controla seu corpo. É ciência. Nossos cérebros são diferentes e reagem a situações de maneiras que não podemos evitar ou mudar. É uma reação física.” – Katy Connel VenderLoop, via Facebook

9. Nem sempre existe explicação para a ansiedade social.
“Nem sempre tem uma razão. Não tem um gatilho. O fato de eu sair da cama, levar minha vida e voltar a dormir é, na maioria das vezes, minha maneira de ‘superar’ e ‘lidar’ com ela.” – Jennifer Loffer, via Facebook

10. Eles não precisam que você saiba tudo.
“Não preciso que você tente ‘entender’. Nem eu mesma entendo! Só quero que você me ame e me apoie.” – Tiffany Robinson, via Facebook

11. Preparar-se para encarar um evento social às vezes leva tempo.
“Gostaria que mais gente entendesse que às vezes preciso de vários dias para me preparar mentalmente para um evento em que vou conhecer pessoas novas. Se fico sabendo de um evento desses em cima da hora, nem sempre pareço a pessoa mais amistosa. Não quer dizer que eu seja má, metida ou grossa, como muitas vezes acham.” – Meredith Elyse Galyon, via Facebook

12. Mesmo assim, elas apreciam o convite.
“Se não quero sair, é porque me sinto muito melhor em casa. Mesmo assim, quero ser convidada e incluída.” – Claire Salandie-Partiot, via Facebook

13. Você pode sincero e ainda assim sofrer de ansiedade social.
“Não sou nem um pouco tímida, e só porque posso parecer ‘corajosa’ não significa que por dentro não esteja rolando uma tempestade.” – Amber Amici-Walker, via Facebook

14. Ela pode ser controlada.
“Não é tão ruim se você souber algumas técnicas saudáveis para controlá-la. Coisas como respirar fundo, pensamentos positivos, abandonar situações tensas ou saber o que te relaxa. O que funciona para mim é um banho de banheira ou um bom livro.” – Crystal Renee Stasik, via Facebook

15. É difícil conhecer gente nova.
“Tenho uma dificuldade enorme para conhecer gente nova… A maioria das pessoas acham que sou super extrovertida, mas analiso demais cada conversa. É exaustivo!” – Shannon Rodefer Lopez, via Facebook

16. Todo mundo é diferente quando se trata de socialização. Simples assim.
“Eu lido com as situações do meu jeito, e você, do seu.” – Bailey Annan Sonday, via Facebook

(Via Brasil Post)

Posts relacionados: