depressão Archive

Um dia na vida de… uma pessoa com ansiedade ou depressão

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
A Superinteressante perguntou para pessoas com doenças mentais quais são as situações mais desagradáveis que elas passam no cotidiano e desenhou para você Por Pâmela Carbonari, Karin Hueck, Helô D’Angelo * Agradecimento à consultoria de Dra. Flávia Arantes Hime, psicoterapeuta e professora da PUC-SP, e Dr. Eduardo de Castro

Luz do sol alivia o sofrimento emocional, revela estudo

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Os problemas de saúde mental tendem a aumentar nas épocas do ano em que há menos horas de luz – e a melhorar quando a claridade dura mais tempo Por Rachel Moss, de The Huffington Post UK Um estudo lançou alguma luz sobre a razão por que

Ansiedade e depressão: duas aflições que marcam o século XXI

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Elas podem ser totalmente incapacitantes. Costumam ser acompanhadas de um prejuízo cognitivo e, mesmo que não haja incapacidade para o trabalho, existe queda de rendimento e de produtividade   Ainda existe muito preconceito em relação às doenças emocionais e mentais. E isso ocorre porque as pessoas consideram

Estudo liga paladar seletivo a risco de ansiedade e depressão em crianças

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Pesquisa saiu na revista ‘Pediatrics’ e ouviu 917 cuidadores de crianças. Quase 20% dos pais dizem que seus filhos são enjoados para comer Crianças em idade pré-escolar que têm paladar extremamente seletivo podem também estar mais sujeitos a problemas relacionados à saúde mental, segundo um estudo. A pesquisa

Ansiedade e depressão podem influenciar recuperação de pacientes cardíacos

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
O medo de morrer, de apresentar limitações físicas e de perder a autonomia são alguns dos aspectos emocionais observados durante o acompanhamento psicológico de pacientes antes e depois de uma cirurgia cardíaca. A psicóloga do Programa de Insuficiência Cardíaca e Cirurgia Cardíaca do Hospital do Coração (HCor), em

Suicídio mata mais que homicídio e desastres

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Casos de suicídio superam todos os assassinatos e desastres naturais – e crise econômica global aumenta o número de pessoas se matando Segundo uma estimativa da Organização Mundial da Saúde¹, 883 mil pessoas se matam no mundo a cada ano. É mais gente do que todos os

Setembro amarelo – 90% dos casos de suicídio seriam evitáveis

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Por André Trigueiro Quando a atriz Cássia Kiss apareceu na TV com os seios à mostra há 27 anos, ensinando as mulheres brasileiras a fazerem o autoexame para prevenir o câncer de mama, muita gente achou a campanha escandalosa e apelativa. O fato é que até hoje

Depressão infantil: conheça os sinais, tratamentos e saiba o que fazer

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Por: Jaqueline Sordi As mudanças de comportamento de crianças e adolescentes podem ser os primeiros sinais de sérios transtornos psicológicos. Conheça os sinais, tratamentos e saiba o que fazer quando a criança é diagnosticada com depressão. (Via Zero Hora)

Internet vicia! Excesso pode causar doenças e depressão

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Abstinência da rede provoca efeitos similares aos encontrados em dependentes químicos Por Tatiana Cavalcanti Você não larga o celular, tecla enquanto dirige ou caminha, fica ansioso quando não pode acessar a rede social e bota a mão no bolso achando que o aparelho vibrou, quando na verdade nada aconteceu? Cuidado, você

Manipuladores e manipulados – há especialistas em manipular a vida alheia e pessoas suscetíveis de serem manipuladas

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Por Miriam Subirana Você já se sentiu pressionado a fazer algo que não queria? Já se sentiu coagido a dizer sim quando, na verdade, quis dizer não? Quando agimos sob a influência de um outro e nos deixamos levar por suas opiniões, não estamos com o foco em

Professores sofrem de depressão e síndrome do pânico

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
A violência tem sido um obstáculo para a qualidade do ensino no brasil, segundo pesquisas e levantamentos recentes. Além da desvalorização, as agressões têm adoecido os professores. Só no ano passado, pelo menos 20% deles foram afastados, depois de problemas recorrentes e sucessivas licenças médicas. Em média,

Segundo pesquisa, chefes ignoram problemas de estresse, ansiedade ou depressão dos empregados

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Por Rachel Moss (The Huffington Post UK) Você facilmente conversa sobre as dores que tem nas costas com seu chefe, certo? Mas quando foi a última vez que conversou com ele sobre sua saúde mental? Um estudo realizado no Reino Unido mostrou que metade dos funcionários nunca conversou

Pela primeira vez, cientistas encontram mutações genéticas causadoras da depressão

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Pela primeira vez, pesquisadores identificaram duas variantes genéticas que podem fazer com que um ser humano desenvolva um quadro de depressão, segundo estudo publicado na edição desta quarta-feira (16) da revista científica Nature. A descoberta pode ajudar cientistas a entender melhor a biologia da depressão, além de

Cientistas descobrem primeiros genes ligados à depressão

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
A busca por marcas genéticas que expliquem a depressão é realidade em diversos laboratórios pelo mundo, mas até o momento nada havia sido provado. Porém, um estudo realizado na Universidade de Oxford, e divulgado na publicação científica Nature, pode mudar a forma como os médicos encaram a

Depressão é a doença que mais afeta a qualidade de vida do brasileiro

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Doença prejudica o cotidiano, o trabalho, os relacionamentos. Entenda a diferença de depressão e tristeza. Você sabia que a depressão é a doença que mais afeta a qualidade de vida do brasileiro? Ela atrapalha o trabalho, os relacionamentos pessoais e até os cuidados com a saúde. Algumas doenças

Deixe seu filho ficar triste

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Por: DANIEL MARTINS DE BARROS | Estadão Divertida Mente, o melhor filme da Pixar de todos os tempos, mostra o papel fundamental das emoções em nossas vidas. E ensina que não é possível fugir a tristeza – ela pode ser tudo o que precisamos em determinados momentos.

Viver é a melhor opção: a prevenção do suicídio no Brasil e no mundo

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Participe do talk show com André Trigueiro. Dia 18, às 19h, em São Paulo. Desânimo, melancolia, depressão: vontade de desistir de tudo? O suicídio é um problema de saúde pública no Brasil e no mundo, mas viver é a melhor opção! Venha debater esse tema com o

Depressão atinge 400 milhões de pessoas no mundo; médico fala sobre

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
A depressão atinge 7% da população mundial, o que corresponde a cerca de 400 milhões de pessoas. O colunista Carlos Alberto Pastore conversou sobre o assunto com os apresentadores Haisem Abaki e Alessandra Romano. Clique aqui para ouvir o comentário.