Estudos-para-Concurso-01

Muitas pessoas buscam por estabilidade financeira e consequentemente por uma realização pessoal. Para alcançar este propósito, algumas pessoas iniciam os estudos e começam a se planejar para passar em um concurso público, pois esta é sem dúvida a melhor maneira de conquistar inicialmente uma instabilidade para realizar alguns projetos que por falta de segurança financeira os impedem de seguir a adiante.

Iniciantes em concursos públicos carregam muitas dúvidas sobre como estudar e se preparar adequadamente para conquistar a aprovação. Situações cotidianas podem frustrar os estudos, a vontade de passar pode tornar a pessoa refém de um propósito criada por ela mesma. A psicóloga da Clínica Vivencialle, Dra. Letícia Guedes, mestre em Psicologia, explica que muitas pessoas quando iniciam os estudos já vislumbram suas realizações, antes mesmo de passar no concurso.

“É comum ver estudantes se cobrando arduamente sobre o resultado, isso faz com que este concurseiro se prejudique nos estudos, devido as pressões impostas por ele e principalmente por terceiros, sejam eles familiares ou cônjuges. Nunca haverá mais horas no dia para todas as exigências, as responsabilidades da vida profissional ou familiar serão sempre mais impertinentes. Contudo, ficam evidentes as razões para nos vermos estressados ou ansiosos com a busca de um resultado positivo.”

O estresse pode ser obtido através da vida agitada, trabalho intenso, pressão e pela falta de qualidade de vida. Ele também pode ser considerado como qualquer mudança à qual você tem de se adaptar. O estresse é uma reação imediata e intensa, que implica a mobilização geral dos recursos do organismo, e produz-se frente a situações que supõem importantes. “Para compreender o estresse nos estudos é preciso perceber o que te faz estressar, depois disso é preciso eliminar essas situações. Logo seus estudos terão outro direcionamento, tente manter o foco e faça algumas mudanças nos hábitos diários e principalmente em sua qualidade de vida,” explica a especialista.

A ansiedade por sua vez, provoca uma desordem em suas emoções e ainda reflete na saúde. Quando em excesso, ela desencadeia a sensação de mal-estar e impede de viver a vida com mais centralidade, sem tanta angústia em relação ao que ainda está por vir. “Quando temos que enfrentar um desafio, a ansiedade é a maior vilã do nosso corpo e da nossa mente. Inúmeros hormônios começam a agir, o coração acelera, a transpiração aumenta, entre outros sintomas. Se essa sensação se acumular demais no corpo, pode extravasar de formas diferentes: chorar por nada, ficarem nervosos (as), dores fortes no corpo e podem até entrar em depressão. Tudo isso implica na possibilidade negativa do seu corpo e que consequentemente irão se sobressair no que você almeja no momento,” orienta Dra. Letícia.

A psicóloga orienta que é preciso fazer um acompanhamento psicológico para enfrentar este bloqueio. “Ajudamos muitos concurseiros e estudantes de vestibulares a enfrentar os estudos como algo comum em sua vida. Estar bem psicologicamente o ajudará a se preparar para o conteúdo que será estudado ou que já tenha iniciado, pois a disposição para algo que se deseja pode ser uma tarefa difícil, caso a pessoa não esteja preparada mentalmente para enfrentar. Manter uma boa alimentação, praticar atividades físicas são algumas dicas para conquistar o sucesso no que se deseja”, explicou.

 

(Via Eu Vou Passar)

Posts relacionados: