384372-1
Algumas pessoas são um pouco tímidas, em maior ou menor grau, principalmente quando chegam a ambientes novos ou ao falarem em público. No entanto, há quem evite essas interações sociais ao máximo, com comportamento característico de um distúrbio conhecido popularmente como fobia social, ou transtorno da ansiedade social.

O site Minha Vida preparou um artigo sobre o tema, explicando as possíveis causas, os sintomas e os tratamentos para as pessoas que sofrem de fobia social.

Confira um trecho:

Causas

Como muitos outros problemas relacionados à saúde mental, a fobia social é resultado, provavelmente, de uma complexa interação entre o meio ambiente e genes. As possíveis causas incluem:

Hereditariedade

Os transtornos de ansiedade, entre eles a fobia social, são comuns em pessoas de uma mesma família, mas ainda não está claro se há mesmo uma relação direta entre a genética e esses distúrbios.

Estrutura cerebral

A amídala cerebelosa é uma importante estrutura do cérebro na formação e controle das emoções humanas, entre elas o medo. As pessoas que têm essa estrutura hiperativa podem apresentar maior sensação de ansiedade e insegurança em momentos de socialização.

Meio ambiente

Ao contrário de outras condições de saúde, acredita-se que a fobia social esteja mais relacionada a causas externas do que a causas genéticas. Por isso, é possível afirmar que o transtorno de ansiedade social pode ser um comportamento aprendido ao longo da vida. Além disso, parece haver uma associação entre o distúrbio e a forma como o filho recebeu educação dos pais.

Leia a matéria na íntegra.

(Via Catraca Livre)

Posts relacionados: