1405105270_1754712234

Uma pesquisa realizada com 6.500 pessoas comprovou que os fumantes têm 70% mais chances de desenvolveram casos de ansiedade e depressão. O estudo foi realizado pela University College London e da Britsh Heart Foundation, em março de 2015. As informações são do Minha Vida. 

O estudo comprovou que a nicotina se liga a receptores cerebrais relacionados à dopamina e que quando há está ligação, existe uma liberação desta substância no cérebro e consequentemente a sensação de bem-estar.

Quando acaba o efeito da nicotina, há diminuição da liberação da dopamina e diminuição da sensação de bem-estar.

Com a percepção em baixa se produz uma sensação de ansiedade em relação a mais liberação de dopamina, e isto significa fumar o próximo cigarro.

Por este mecanismo pode-se explicar tanto a ansiedade e depressão, tanto como a dependência causada pela nicotina presente no cigarro.

Leia a matéria completa. (Via Catraca Livre)

Posts relacionados: