homer-simpson-personagem-do-seriado-animado-os-simpsons-come-pipoca-no-cinema-ao-lado-da-mulher-marge-1425512229323_615x300

Comer pipoca? Mascar chiclete? Estalar os dedos? Que tipo de som mais irrita seus nervos?

A misofonia é um problema no qual determinados sons causam grande aflição, às vezes levando a pessoa a surtos de raiva ou nojo. Depois de um artigo publicado na semana passada de autoria do Dr. Barron H. Lerner, o jornal “New York Times” pediu a seus leitores que contassem histórias de sofrimento misofônico, e eles responderam com uma longa lista de ruídos desagradáveis.

Entre as cinco principais reclamações estão o estalar de dedos, que incomoda 8% dos leitores que participaram com comentários. Em quarto lugar veio o som de cortar unhas, que faz 10% dos leitores se encolherem de pavor.

Em terceiro lugar: fungar o nariz, que incomoda 17% dos leitores do jornal. Já 18% não suportam os estalos, estrépitos e estouros de mascar chiclete.

E o mais insuportável de todos? Um em quatro leitores não suporta o barulho de sopa sendo “chupada”.

“Não suporto nenhum barulho ligado à alimentação, mas as refeições duram apenas de 15 a 20 minutos”, comentou Indy Mom no blog Well, do “New York Times”. “Estar presa num voo longo ao lado de um ‘fungador’ ou mascador de chiclete é um pesadelo só.”

Outros leitores concordaram que a localização era importante quando se tratava de barulhos desagradáveis.

“Não aguento pegar o transporte público e ouvir gente mascando chiclete, fungando, bufando ou cortando as unhas”, escreveu outro leitor. “Não sei dizer de quantos vagões de metrô ou lugares no cinema eu já tive de sair.”

Amber Kerr, pesquisadora da Universidade da Califórnia em Berkeley, alertou que as pessoas com misofonia realmente sofrem ao escutar determinados sons.

“Se você começar a mascar chiclete ou chupar sopa na minha orelha, vou me encolher como se tivesse sido atingida por ‘kriptonita’. Vou precisar de toda a minha força de vontade para tolerar seu barulho, instante a instante e, passados um minuto ou dois, eu saio de perto”, ela escreveu.

(Via Uol)

Posts relacionados: