fobia Archive

Samsung cria aplicativo de realidade virtual que ajuda a superar fobias

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Com o objetivo de usar a tecnologia para auxiliar pessoas a vencerem seus medos, a Samsung estreou no Brasil a campanha global Launching People que busca estimular os consumidores da marca a ultrapassarem os limites rompendo barreiras e vencendo as adversidades. A empresa aposta na ação #BeFearless,

Hipnodontia é alternativa para quem sofre de fobia de dentista

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Técnica que leva o paciente a um relaxamento profundo é indicada para controlar a ansiedade antes e durante procedimento odontológicos A hipnodontia é quando a hipnose é aplicada na odontologia principalmente para controlar a ansiedade do paciente no pré-atendimento clínico ou cirúrgico, assim como para realizar a

Saiba mais sobre a FOMO e a FOJI: novas fobias que surgiram com as redes sociais

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Por Rafael Gonzalez A vida acontece em tempo real. A cada instante, novos fatos surgem, nascem, afloram, despontam em nossa vida “real” e nossa vida “virtual”. Estamos conectados ao mundo de um modo que nossos afazeres cotidianos misturam-se aos acontecimentos globais. Simultaneamente às tarefas do trabalho, estamos

Fobia e medo irracional podem ser causados por traumas de infância

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Psicóloga diz que esse mal pode ser desencadeado por situações específicas, como assaltos e violência Fobias incomuns, como a de alimentos e a de letras, costumam ser motivos de riso ou descrédito para a maior parte das pessoas. No entanto, esses problemas causam riscos à saúde, impedindo

Fobia e medo irracional podem ser causados por traumas de infância

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Psicóloga diz que esse mal pode ser desencadeado por situações específicas, como assaltos e violência Fobias incomuns, como a de alimentos e a de letras, costumam ser motivos de riso ou descrédito para a maior parte das pessoas. No entanto, esses problemas causam riscos à saúde, impedindo

A ação cura a fobia. Liberte-se do seu medo!

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Conheça os principais tipos de medo: Medo equilibrante: é positivo porque nos protege diante dos perigos reais e nos alerta para o fato de cuidarmos com carinho do que temos e das pessoas que amamos para não perdermos. Medo destruidor: este tipo arruína nossos interesses, não contribui para

Por que achamos que ser magro é bonito?

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Ser magra é a prioridade nº 1 de muitas das mulheres. Essa obsessão não surgiu do dia para a noite: ela é fruto de um ambiente mais cruel do que você imagina   Por Ana Luísa Fernandes, Priscila Bellini Novo produto genial ajuda a perder 12 quilos em

Medo de números, a ‘fobia’ que não escolhe idades

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
A matemática é, definitivamente, um bicho-papão e até mesmo as pessoas formadas na área sentem-se incapazes de fugir a uma das condições mais estudadas cientificamente: a ansiedade gerada pelos números A ansiedade provocada pela matemática é real e não escolhe nem idades, nem géneros, nem, tão pouco,

‘Tenho fobia de falar’: britânica conta como é viver com mutismo seletivo

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Mulher depende de sua família e de um aplicativo em seu tablet para se comunicar Mutismo seletivo, ou “fobia de falar”, é um tipo de problema de ansiedade associado normalmente à infância e que afeta milhares de crianças. No entanto, adultos também sofrem com esta condição, mas

Por fobia de privada, jovem morre após 2 meses sem evacuar

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Emily Titteringyon, 16 anos, tinha fobia de usar a privada e, frequentemente, segurava as fezes por semanas, recusando cuidados médicos A corte britânica de Turu, Cornwall, está encerrando o inquérito do caso de uma adolescente que morreu de ataque cardíaco em fevereiro de 2013 após ficar dois

Fobias podem ser memórias transmitidas geneticamente

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Estudo com ratos comprovou que episódios traumáticos podem alterar quimicamente o DNA, fazendo com que as gerações seguintes herdem os genes que provocam fobias irracionais por André Jorge de Oliveira Pesquisadores da Universidade Emory, em Atlanta, descobriram que uma situação que cause algum tipo de trauma não

Você tem medo de dentista? Faça o teste e descubra

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Responda às perguntas feitas por uma dentista especializada e descubra se você é capaz de inventar desculpas para fugir de um consulta   Se você não se sente muito à vontade na cadeira do dentista, está na hora de descobrir o quanto a ida ao profissional te

Caminhos da Reportagem fala sobre Nomofobia, a fobia de ficar sem celular

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
O Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, abordou a “nomofobia”, termo originário do inglês que significa “no-mobile-phobia”, ou seja, a fobia de se ficar sem celular. Pode parecer estranho, mas milhares de pessoas ao redor do mundo já passaram ou passarão por esse problema, que tem a

No Divã do Gikovate: ‘Minha mulher tem medo de cachorro desde jovem, o que pode explicar esse comportamento?’

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
No dia 17 de fevereiro, o assunto da coluna “No Divã do Gikovate” da rádio CBN foi: ‘Minha mulher tem medo de cachorro desde jovem, o que pode explicar esse comportamento?’. Ouça o áudio: Ou acesse o site para ouvir o comentário do Dr. Flávio Gikovate na íntegra. Sobre

No Divã do Gikovate: ‘Sempre tive medo de perder meu filho e não quero deixá-lo sair sozinho’

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
No dia 15 de dezembro, o assunto da coluna “No Divã do Gikovate” da rádio CBN foi ‘Sempre tive medo de perder meu filho de 17 anos e não quero deixá-lo sair sozinho’. Ouça o comentário: Ou acesse o site para ouvir o comentário do Dr. Flávio Gikovate na íntegra. Sobre Gikovate

O medo é democrático – As fobias estão em toda a parte, mas podem ser curadas

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Por: Equipe Oasis Imagine cruzar na rua com uma garota esplêndida: salto alto, curvas bem dosadas, lábios sensuais… em resumo, uma gata de parar o trânsito. Mas se você, em vez de se voltar para admirá-la, começa a tremer e a transpirar com suor frio, ao mesmo

Por fobia de varizes, britânica pede para amputar pernas

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Com informações de Daily Mail Muitas mulheres se preocupam em desenvolver as varizes, veias dilatadas e deformadas que atingem três em cada dez adultos. Porém, nem todo mundo chega ao nível de criar fobia pelo problema como a britânica Claire Jones, 39 anos, de Liverpool, que recentemente

Estudo comprova: ficar longe do celular causa ansiedade

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Participantes tiveram pior desempenho em testes cognitivos quando se afastaram de seus smartphones O uso de smartphones tornou-se tão frequente na vida das pessoas que distanciar-se deles pode causar ansiedade. É o que revelou uma pesquisa feita com usuários de iPhone, publicada no domingo no periódico Journal