programa Archive

Substância da maconha é usada para tratamento de fobias sociais

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Exames feitos com ressonância magnética revelaram mudanças nas regiões do cérebro de quem recebeu o composto. Elemento ainda será testado em novos pacientes por mais tempo. Uma substância extraída da planta da maconha foi usada para o tratamento de fobias sociais, como o medo de falar em

Rede Brasil TV debate sobre fobias e medos

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Crescemos ouvindo que é feio  sentir medo. Talvez por isso que tantas pessoas têm dificuldade em falar ou expressar seus medos. Todo ser humano tem o medo como parceiro ao longo da vida, segundo especialistas é um sentimento importante para a liberação de substâncias que nos preparam

Você sabe a diferença entre medo e fobia? Bem Estar fala sobre o medo exagerado

marinaknobl

Aos 23 anos, Marina já passou pelas redações Globo Rural e GALILEU e também pela Comunicação Corporativa da Editora Globo durante o Programa de estágio. Atualmente é assistente editorial da GloboPress. Apaixonada por tecnologia, psicologia e temas curiosos como a Fobia, pretende atuar na área de jornalismo científico, escrevendo sobre saúde e bem-estar.
Sentir medo é bom, é uma forma de proteção do nosso corpo contra os perigos da vida e do ambiente. Mas há momentos em que este sentimento passa dos limites e, em vez de proteger, atrapalha em atividades que deveriam ser corriqueiras. É neste ponto que o