junk-food

Duvido que alguém já não tenha tido uma crise de ansiedade pelo menos uma vez na vida. Segundo o dicionário, o termo significa “condição emocional de sofrimento, definido pela expectativa de um acontecimento inesperado e perigoso, à frente da qual o indivíduo se acha indefeso”. Até determinado grau, a ansiedade é considerada normal. O problema é quando passa do ponto.

Pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde mostra que o Brasil é o 4º país mais ansioso do mundo, com 23% de sua população sofrendo deste mal. A psicóloga clínica Cintia Seabra alerta: se a ansiedade perdurar por muito tempo, sendo acompanhada por sintomas como inquietação, fadiga, irritabilidade e perturbação do sono, pode se tratar de transtornos mais sérios, e que necessitam de ajuda especializada.

A ansiedade também pode causar compulsão alimentar quando a pessoa come rápido e além do necessário, independente de se sentir saciada. Cintia explica que os ansiosos usam o alimento para preencher o que falta nas suas vidas: prazer, afeto ou companhia. “Quem sofre deste mal precisa reaprender a alimentar com comida somente o seu corpo, e não a sua alma”, explica a especialista.

(Via Blog da Vivi Bevilacqua)

Posts relacionados: