Foto: Getty Images

É normal que algumas pessoas tenham um certo receio de começar novos relacionamentos afetivos depois de terem vivido alguma decepção amorosa, mas existe um grupo de pessoas que foge totalmente a esse padrão e desenvolve uma verdadeira fobia quando o assunto é amor. A Filofobia é caracterizada por um medo irracional de se apaixonar.

Quem sofre dessa fobia não consegue esquecer as desilusões do passado e teme sofrer novamente ao viver um novo relacionamento. Diante disso, as pesssoas com filofobia desenvolvem uma doença, ou fobia crônica.

A filofobia é considerada um transtorno. Geralmente, os pacientes com filofobia não conseguem sequer beijar ou trocar carinhos com outras pessoas.

Quem desenvolve essa doença apresenta sintomas físicos, como boca seca, náusea, sudorese, respiração rápida, falta de ar, choro, mãos trêmulas e ataque de pânico, só de pensar em se envolver amorosamente.

Esses pacientes têm muito medo da rejeição e, por isso, evitam o envolvimento afetivo. Quando a doença não é tratada, os pacientes tendem a evitar o casamento por medo do divórcio.

Para quem sofre de filofobia, o amor romântico é sinal de descontrole emocional. Os pacientes diagnosticados com esse problema precisam de ajuda profissional de um psicólogo ou psiquiatra.

Fonte: Boa Informação

 

Posts relacionados: